Ser pai de primeira viagem é uma experiência única, mas que faz brotar muitas dúvidas na maioria dos homens.

Isso é perfeitamente normal, afinal são tantos desafios como os primeiros cuidados, a educação e tudo mais que a responsabilidade de ser pai envolve.

Mas não se preocupe! Trouxemos especialmente para você as melhores dicas para te ajudar nesta nova caminhada. Conheça agora quais são elas.

Pai de primeira viagem: Aprendendo o passo a passo

Converse com o bebê todos os dias

Pode parecer algo bobo, mas conversas diárias com o bebê ainda nos primeiros meses de Resultado, é essencial para criar um vínculo entre pai e filho (a).

Fale com o bebê sobre o seu dia, sobre os preparativos para sua chegada, e tudo que você sente vontade de dizer ao seu filho (a), compartilhando com ele as alegrias desse momento.

Divida as responsabilidades com a mãe

Uma das principais dicas para pais de primeira viagem é dividir as responsabilidades com a mãe de seu filho (a).

Dê o apoio necessário em relação aos cuidados com o bebê.

Uma coisa é certa! Ninguém nasce sabendo ser pai ou mãe, por isso aprendam com cada dificuldade, assim como dividem as alegrias.

Viajar com um bebê
Pai com filho em viagem – Foto de Tatiana Syrikova no Pexels

Para isso, ambos irão precisar de mais energia e de controle emocional. Os primeiros meses são uma fase de adaptação tanto para vocês quanto para o bebê.

Tenha paciência e aproveite esse momento único.

Ter uma rede de apoio também é muito importante, amigos e parentes podem ajudar uma vez na semana para que você e mamãe tenham um tempo de descanso.

Estabeleça horários de visita

Quando chega um bebê na família é uma alegria só, não é verdade?

No entanto, você deve estar preparado para os inúmeros palpites que virão. Sim! Palpites de pessoas que têm um pouco mais de experiência na vida com filhos.

No entanto, tenho certeza que você irá querer construir sua própria experiência como pai.

Então, a dica de ordem para aproveitar o seu momento com seu filho (a) e sua esposa poder descansar, é impor alguns limites.

Comece por estabelecer horários de visitas ao bebê no primeiro mês.

Faça parte da rotina alimentar do bebê

A amamentação dá de presente à mãe da criança o poder de estabelecer um vínculo especial com o bebê.

Mas não é por conta disso que você deve ficar de fora.

Você não vai poder participar da alimentação da criança diretamente, mas poderá fazer parte desse momento segurando seu filho (a), colocando-o para arrotar, independente do horário em que as mamadas acontecerem.

Caso seu filho não esteja sendo amamentado no peito, ajude no preparo da fórmula indicada pelo pediatra e dê ao bebê.

São em pequenos momentos como este que você vai fortalecer seu vínculo afetivo com seu filho.

Além disso, enquanto você estabelece uma relação mais próxima com ele, sua esposa poderá descansar e repor as energias.

Seja compreensivo

Como pai de primeira viagem você precisa estar preparado para as mudanças hormonais da mulher, tanto durante a gestação quanto no pós-parto.

A mulher pode ficar mais irritada tanto pelas mudanças hormonais, como pelas dificuldades em dormir e se adaptar a tantas mudanças na rotina da casa.

Além disso, o desejo sexual pode sofrer alterações, diminuindo principalmente após o parto.

Mas isso não deve ser motivo de preocupação, o tempo de resguarda deve ser respeitado por questões de saúde, e após os 40 dias, o casal pode voltar a aproveitar o momento de intimidade.

Caso haja dificuldade em recuperar a libido, podem ser utilizados manipulados naturais prescritos pelo médico.

Hora de treinar

Agora que você já tem todas as dicas para pai de primeira viagem é hora de colocá-las em prática, depois volte para nos contar como está sendo a experiência.

É certo que a vida de pai é um eterno aprendizado, temos certeza que nesta missão você tirará nota 10.

Até a próxima!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.